terça-feira, 21 de março de 2017

#Tag 5 filmes do Studio Ghibli que você precisa assistir!




Fundado em 1985 pelos roteiristas Isao Takahata e Hayao Miyazaki, o Studio Ghibli já produziu mais
de quinze filmes. Sua primeira animação foi lançada em 1986 com “Tenku no Shiro Rapyta” e não
Hayao Miyazaki e Isao Takahata
pararam mais, foi sucesso em cima de sucesso. Seus filmes têm diversas temáticas relacionadas à humanidade, a natureza e por vezes suas personagens principais são meninas de personalidade forte e independentes. O LÊTRANDO separou cinco filmes que vocês precisam assistir. São temas diferentes, porém recheados de lindas mensagens!





01 – “Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar”

Sosuke é um garotinho de cinco anos que tem o privilégio de morar em uma casa com vista para o mar. Um dia, brincando na praia, ele encontra Ponyo, uma peixinha dourada que estava presa em um pote de geleia. Sosuke a salva e a leva para casa. A amizade entre eles cresce a cada dia, no entanto, o fato de Ponyo ser uma princesa do mar e filha de um pai poderoso pode atrapalhar os planos dos dois amigos.




02 – “A Viagem de Chihiro”
Vencedor do prêmio Urso de Ouro no Festival de Berlim em 2002 e do Oscar de melhor animação em 2003, o filme acompanha a trajetória de Chihiro, uma garota que está se mudando de cidade com seus pais. No caminho, a família pega um atalho onde encontram uma mesa repleta de comida. Embora ninguém esteja por perto, Chihiro percebe que havia algo errado, mesmo assim seus pais não hesitam em comer, quando anoitece, transformam-se em porcos. A partir daí apenas a filha pode salvá-los.




03 – “O Conto da Princesa Kaguya”
Baseado em um antigo conto popular japonês, o filme retrata a vida de um lenhador de bambu que encontra um bebê em um caule da planta. Já que ele e sua esposa não possuíam filhos, decidem criar a garotinha. Com o tempo eles começam a notar que ela crescia rapidamente, e chegam à conclusão que a criança era uma princesa. A história gira em torno dos costumes antigos do Japão, mostrando como uma jovem princesa deve se portar e como é escolhida por seus pretendentes. O Conto da Princesa Kaguya é um olhar próprio e diferente de tudo que o Estúdio Ghibli já fez, uma verdadeira obra de arte. O desenho é todo pintado a lápis e a trilha sonora muito bem elaborada. Entretanto, esteja preparado para uma história triste!




04 – “Princesa Mononoke”
A história começa com um príncipe muito corajoso sendo amaldiçoado por Tatarigami, um demônio da floresta. Para evitar que o príncipe se transforme em um demônio, os anciões de sua tribo o aconselham a descobrir o que gerou o ódio de Tatarigami, pois essa é a única forma de sobreviver a maldição. Ao viajar para o Sul em busca da cura, o príncipe conhece San, ou princesa Mononoke, que luta bravamente contra aqueles que querem destruir a floresta. A animação aborda a relação entre homem e natureza.




05 – “Vidas ao Vento”
Essa animação traz a biografia do grande aeronáutico japonês Jiro Horikoshi que vivia em uma cidade no interior do Japão. Ao sonhar estar voando em um avião com formato de pássaro, Jiro decide construir seu próprio avião. Durante a busca pelo seu sonho, ele conhece Naoko, uma jovem encantadora por quem se apaixona. Hayao Miyazaki afirmou que Vidas ao Vento seria seu último filme como diretor, alguns críticos do mundo passaram a analisar a obra como um testamento, um resumo da carreira do cineasta antes da aposentadoria.


Por Rosa Rezende
Revisão de Miguel de Assis


Um comentário:

  1. Gostei!
    O único que assisti foi a viagem de Chihiro, mas me interessei pelos outros.

    ResponderExcluir